Canal de denúncia: sua empresa sabe tratar as queixas recebidas?

No post sobre gestão de riscos, falamos sobre o importante papel do outsourcing de serviços para garantir uma análise neutra dos fatos e a percepção crítica de agentes não envolvidos no ambiente corporativo. As denúncias podem ser recebidas: via um canal de denúncia próprio para receber a comunicação ou por outros meios quando não existe uma estrutura formal para o tratamento, como e-mail anônimo, por exemplo. Neste conteúdo, vamos explicar porque o canal de denúncia é a forma mais eficaz de tratar as denúncias no meio corporativo.

O que dizem sobre o canal de denúncia

Há seis anos, muito antes de nos depararmos diariamente com as crises nas instituições brasileiras por causa de fraude empresarial e corrupção, a Association of Certified Fraud Examiners (ACFE) divulgava uma pesquisa com a seguinte afirmação: um canal de denúncia bem estruturado e operado por uma empresa especializada eleva em 39% o número de denúncias recebidas frente aos canais operados internamente pelas organizações. O mesmo relatório, atualizado com dados de 2012, revelava que as empresas que contam com fontes de identificação de irregularidades, como um canal de denúncia, reduziam em 45% as perdas médias decorrentes de fraude em relação a empresas que não contavam com a ferramenta.

Ou seja, a garantia de anonimato e o acompanhamento dos fatos por uma equipe externa são fatores que geram credibilidade no tratamento de denúncias e, portanto, facilitam a comunicação de irregularidades e a resolução de problemas que podem gerar grandes perdas, financeiras e de imagem, às empresas.

É preciso um grau de maturidade para manter canais específicos para comunicação de fraudes e corrupção. Ainda mais maturidade e expertise são necessárias para tratar as denúncias, apurar os fatos, rastrear as ações e responsabilizar de acordo com as leis vigentes ou politica da empresa.

O Canal de Ética é também denominado de Canal de Denúncia (nomenclatura que sofre variação em função da visão da empresa). É usado normalmente por grupos de maior porte, principalmente os de origem de países mais desenvolvidos com normas de Compliance, que possuem procedimentos mais maduros e adequados. Porém, a maioria das empresas não possuem um canal formal e/ou a maneira adequada para tratar os casos, resolvendo-os internamente.

Canal de denúncia para aproximar a diretoria do dia a dia empresarial

Fala-se muito do uso do canal de denúncia no tratamento de fraudes, falhas e corrupção. No entanto, não podemos esquecer que esse meio de comunicação é também eficiente para análise de denúncias relacionadas a abusos de autoridade e a todos os tipos de assédio que podem acontecer no ambiente corporativo.

A consultoria acredita que é válido o uso para receber também comunicações dos funcionários, relacionadas com sugestões de melhorias ou outros aspectos que contribuam para a evolução da empresa.

Com um sistema adequado, busca-se diminuir a distância entre a alta administração e os processos diários da empresa. Ao reportar imediatamente um caso de assédio moral, por exemplo, em um ambiente seguro e imparcial, a empresa reduz os riscos de uma grande crise de imagem e de conflitos diretos entre funcionários.

Diante dessas vantagens, defendemos o canal de denúncia como uma forma de fortalecer o ambiente ético nas empresas e reduzir perdas por fraudes ou desvios de conduta. E tudo pode ser feito via um sistema com segurança de dados, anonimato e análise independente, baseada em regras administrativas e legais e no know-how de uma equipe externa especializada, com visão imparcial dos fatos.

Quer saber mais sobre a nossa solução de canal de denúncia? Entre em contato por meio dos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *